Pré-História - Resumo

Apesar da variação quando a exatidão de data, a Pré-História inicia há aproximadamente 3,6 milhões de anos. Termina com o surgimento da escrita, há 4 mil anos. 

Características: o estilo de vida nômade fez com que estes seres humanos – a partir da África – criassem redes de migrações para outras regiões do planeta. 

O termo Pré-História é utilizado para fins de periodização, isso porque a História começa com o surgimento do primeiro ser humano. Povos ágrafos, ou seja, sem escrita, é um dos termos utilizado por alguns estudiosos ao fazerem referência ao período.

A Arqueologia e a Paleontologia estudam esse período a partir dos fósseis e de instrumentos, desenhos, restos de habitações e outros vestígios da vida humana. 

Quanto a origem do ser humano, há duas principais vertentes: o Criacionismo e o Evolucionismo. 
  • O Criacionismo: concepção religiosa, baseada na ideia da criação do ser humano por um ser divino.
  • O Evolucionismo: concepção ciêncífica, baseada nos estudos de Darwin sobre evolução humana. 
O evolucionismo não defende a ideia de que o ser humano evoluiu do macaco. Ambos tiveram um ancestral comum, mas seguiram caminhos evolutivos diferentes. 

As principais etapas da evolução humana são: 
  • Australopiteco: ancestral mais antigo do ser humano. 
  • Homo Habilis: inventou as primeiras ferramentas. 
  • Homo Erectus: Sabia utilizar alguns instrumentos feitos de pedra e era um hábil caçador. 
  • Homo Sapiens Neanderthalensis – ou Homem de Neandertal: já tinha preocupações espirituais e noção da morte.
  • O Homo Sapiens: Já era um artesão habilidoso e os seus utensílios eram melhores e mais eficientes do que todos os outros feitos anteriormente. 
A Pré-História foi dividida em três fases (de acordo com o material utilizado pelos primeiros humanos na fabricação de suas ferramentas):
  • O Paleolítico (Idade da Pedra Lascada): Os indivíduos deste período fabricavam a maior parte dos utensílios com pedras - os seres humanos eram nômades - viviam da caça e da coleta - abrigavam-se em cavernas ou choupanas feitas de galhos e cobertas de folhas - Nas cavernas surgiram pinturas denominadas de arte rupestre, com reprodução de cenas de caça - o fogo representa uma descoberta muito importante desse período.  
O uso do fogo para preparar alimentos desempenhou um papel importante na transformação física humana. O fato de a carne cozida ser mais fácil de mastigar do que a crua tornou desnecessárias as mandíbulas potentes e dentes enormes. 
  • O Neolítico (Idade da Pedra Polida): Os indivíduos deste período aprimoraram os instrumentos de pedra, polindo-os e tornando-os cada vez mais afiados - a agricultura e a criação de animais - o ser humano tornou-se sedentário. Surgiram as comunidades fixas, ou aldeias, compostas de cabanas rodeadas por uma cerca protetora - vem daí a origem da cerâmica. Com o excedente de produção agrícola, surgiu o comércio. 
O conjunto significativo de mudanças sociais, políticas, culturais e econômicas resultantes do surgimento da agricultura, é denominado revolução agrícola ou revolução neolítica.
  • Idade dos Metais: último período da Pré-História - o primeiro metal utilizado foi o cobre. De início, era martelado a frio, depois fundido no fogo e moldado em fôrmas de barro ou pedra. Mais tarde, o homem descobriu a liga do cobre com o estanho, obtendo o bronze, que é um metal mais duro. 

Marcadores:
© 2013 História & Vestibular. Todos os Direitos Reservados.
Projetado por SpicyTricks