Destaques

Muito além do aumento das tarifas de ônibus

Por Bárbara Espínola
Colaborou Pauline Féo
Arte: Zeymar Olszewski


Em junho de 2013, o Brasil parou para ver o que há muitos anos não acontecia no País: protestos capazes de mobilizar grandes cidades e chamar a atenção de todo o mundo. Iniciadas a partir do aumento das tarifas do transporte coletivo, as manifestações ganharam dimensões cada vez maiores, sendo realizadas até mesmo fora do País, por brasileiros que estão no exterior. O número de cidades que se uniram aos protestos aumentou, assim como as motivações, que vão muito além do aumento das tarifas de ônibus. Agora têm espaço brados contra corrupção, má qualidade dos serviços públicos, inflação, gastos para a Copa e muitos outros.

Entre os manifestantes, estão principalmente jovens e estudantes, que cada vez mais aderem aos protestos organizados pelo Movimento Passe Livre. Do primeiro ao quinto grande ato em São Paulo, a quantidade de participantes deu um salto de 3 mil (segundo organizadores) para 65 mil (Datafolha). Mas a polêmica em torno das manifestações também é grande. A seguir, saiba um pouco mais sobre o que está em jogo.


Nenhum comentário

Deixe seu comentário. Em breve, resposta.