Formato de divulgação das provas do Enem deve mudar



O Canal Futura e a Editora Moderna promoveram ontem (18), em São Paulo, um debate sobre o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Estiveram presentes a presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Malvina Tuttman, o educador Cesar Callegari, membro do Conselho Nacional de Educação, e Carlos Artexes Simões, professor do Cefet-Rio.

De acordo com Malvina, o Inep vai mudar o formato da divulgação das notas do Enem. As notas do exame de 2010 serão divulgadas levando-se em consideração o número de alunos inscritos por escola. A intenção do Inep é "camuflar" a formação de rankings de desempenho de melhores e piores escolas no Enem. "Queremos que cada escola tenha acesso à sua nota e saiba qual foi o seu perfil no exame. O Enem não foi criado para a formação de ranking e não deve ser usado como propaganda", comentou a presidente do Inep.

Malvina Tuttman disse ainda que os candidatos que solicitarem poderão ter acesso à correção da prova do Enem 2011, que será aplicada nos dias 22 e 23 de outubro. Um acordo feito entre o Inep e o Ministério Público assinado semana passada vai garantir aos candidatos o direito de ter acesso à correção (vistas) de provas a partir de 2012. A presidente do Inep, no entanto, disse que isto poderá valer já para esta edição.

Disponível em www.nota10.com.br
Compartilhe no Google Plus

Sobre Jarlison Augusto

Quer contribuir conosco? Envie-nos seu material!
    Comente com o Blogger
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe seu comentário. Em breve, resposta.