Destaques

SISU - Tire Suas Dúvidas

Sisu (Sistema de Seleção Unificada) começa a rodar hoje (16) e, com base nas notas do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) 2010, tem a missão preencher de 83.125 vagas em 83 instituições -39 universidades federais, 36 institutos federais, dois centros federais de educação, 5 universidades estaduais e a Ence (Escola Nacional de Ciências Estatísticas), ligada ao IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).
Tire suas dúvidas com o pergunta-e-resposta preparado pelo UOL Educação

1. Quem pode se inscrever no Sisu?

Todos os que participaram do Enem 2010. Consulte aqui a sua nota.



3. Quais são as instituições participantes?

São 83 instituições participantes –clique aqui para saber quais são. Cada uma seleciona para suas vagas de um jeito diferente –há aquelas que usam o Enem para todas as vagas, outras, para somente uma parte. Veja aqui como as participantes vão fazer a seleção.

4. Quando o sistema funciona?

O Sisu vai funcionar do domingo (16) a quinta (20), sempre de 6h às 23h59.


VEJA QUANTAS VAGAS SERÃO OFERECIDAS PELO SISU



Fundação Universidade Federal De Ciências Da Saúde De Porto Alegre – 408;
Fundação Universidade Federal De Viçosa – 636;
Fundação Universidade Federal Do ABC – 1.700;
Fundação Universidade Federal Do Pampa – 2.725;
Fundação Universidade Federal Do Tocantins – 402;
Fundação Universidade Federal Do Vale Do São Francisco – 1.330;
Universidade Federal Da Paraíba – 809;
Universidade Federal De Alfenas – 1.037;
Universidade Federal De Goiás – 206;
Universidade Federal De Itajubá – 990;
Universidade Federal De Juiz De Fora – 176;
Universidade Federal De Lavras – 591;
Universidade Federal De Mato Grosso – 5.168;
Universidade Federal De Mato Grosso Do Sul – 3.920;
Universidade Federal De Ouro Preto – 1.218;
Universidade Federal De Pelotas – 3.076;
Universidade Federal De Pernambuco – 25;
Universidade Federal De Roraima – 202;
Universidade Federal De São Carlos – 2.553;
Universidade Federal De São João Del Rei – 166;
Universidade Federal De São Paulo – 2.041;
Universidade Federal De Uberlândia – 312;
Universidade Federal Do Acre – 70;
Universidade Federal Do Amazonas – 1.864;
Universidade Federal Do Ceará – 5.724;
Universidade Federal Do Estado Do Rio De Janeiro – 1.195;
Universidade Federal Do Maranhão – 1.918;
Universidade Federal Do Paraná – 524;
Universidade Federal Do Piauí – 2.893;
Universidade Federal Do Recôncavo Da Bahia – 1.320;
Universidade Federal Do Rio De Janeiro – 4.925;
Universidade Federal Do Rio Grande – 2.439;
Universidade Federal Do Rio Grande Do Norte – 245;
Universidade Federal Dos Vales Do Jequitinhonha E Mucuri – 691;
Universidade Federal Fluminense – 863;
Universidade Federal Rural De Pernambuco – 1.639;
Universidade Federal Rural Do Rio De Janeiro – 1.910;
Universidade Federal Rural Do Semi-Árido – 1.015;
Universidade Tecnológica Federal Do Paraná – 3.150.

Institutos federais

Centro Federal De Educação Tecnológica Celso Suckow Da Fonseca – 602;
Centro Federal De Educação Tecnológica De Minas Gerais – 75;
Instituto Federal De Educação, Ciência E Tecnologia Baiano – 390;
Instituto Federal De Educação, Ciência E Tecnologia Catarinense – 870;
Instituto Federal De Educação, Ciência E Tecnologia Da Bahia – 547;
Instituto Federal De Educação, Ciência E Tecnologia Da Paraíba – 930;
Instituto Federal De Educação, Ciência E Tecnologia De Alagoas – 311;
Instituto Federal De Educação, Ciencia E Tecnologia De Brasilia – 10;
Instituto Federal De Educação, Ciência E Tecnologia De Goiás – 160;
Instituto Federal De Educação, Ciência E Tecnologia De Pernambuco – 310;
Instituto Federal De Educação, Ciência E Tecnologia De Rondônia – 3;
Instituto Federal De Educação, Ciência E Tecnologia De Roraima – 210;
Instituto Federal De Educação, Ciência E Tecnologia De Santa Catarina – 494;
Instituto Federal De Educação, Ciência E Tecnologia De São Paulo – 900;
Instituto Federal De Educação, Ciência E Tecnologia De Sergipe – 310;
Instituto Federal De Educação, Ciência E Tecnologia Do Acre – 150;
Instituto Federal De Educação, Ciência E Tecnologia Do Amapá – 160;
Instituto Federal De Educação, Ciência E Tecnologia Do Amazonas – 160;
Instituto Federal De Educação, Ciência E Tecnologia Do Ceará – 1.750;
Instituto Federal De Educação, Ciência E Tecnologia Do Espírito Santo – 766;
Instituto Federal De Educação, Ciência E Tecnologia Do Maranhão – 1.110;
Instituto Federal De Educação, Ciência E Tecnologia Do Norte De Minas Gerais – 345;
Instituto Federal De Educação, Ciência E Tecnologia Do Pará – 695;
Instituto Federal De Educação, Ciência E Tecnologia Do Paraná – 220;
Instituto Federal De Educação, Ciência E Tecnologia Do Piauí – 1.070;
Instituto Federal De Educação, Ciência E Tecnologia Do Rio De Janeiro – 960;
Instituto Federal De Educação, Ciência E Tecnologia Do Rio Grande Do Norte – 350;
Instituto Federal De Educação, Ciência E Tecnologia Do Rio Grande Do Sul – 560;
Instituto Federal De Educação, Ciência E Tecnologia Do Sertão Pernambucano – 549;
Instituto Federal De Educação, Ciência E Tecnologia Do Sudeste De Minas Gerais – 374;
Instituto Federal De Educação, Ciência E Tecnologia Do Sul De Minas Gerais – 285;
Instituto Federal De Educação, Ciência E Tecnologia Do Tocantins – 289;
Instituto Federal De Educação, Ciência E Tecnologia Do Triângulo Mineiro – 44;
Instituto Federal De Educação, Ciência E Tecnologia Farroupilha – 183;
Instituto Federal De Educação, Ciência E Tecnologia Fluminense – 200;
Instituto Federal De Educação, Ciência E Tecnologia Goiano – 307;
Instituto Federal De Educação, Ciência E Tecnologia Sul-Rio-Grandense – 150;
Instituto Federal De Mato Grosso Do Sul – 80.

Universidades estaduais e escolas nacionais

Universidade Do Estado Da Bahia – 532;
Universidade Estadual De Mato Grosso Do Sul – 2.350;
Universidade Estadual Do Norte Fluminense Darcy Ribeiro – 526;
Universidade Estadual Do Rio Grande Do Sul – 422;
Centro Universitário Estadual Da Zona Oeste – 220;
Escola Nacional De Ciências Estatísticas – 120.

5. Como faço para concorrer a uma vaga no Sisu?
Todo o processo de inscrição será feito online. É preciso entrar no sitehttp://sisu.mec.gov.br e clicar no link de inscrição. Surgirá uma tela em o candidato vai digitar o número de inscrição e a senha do sistema de inscrição do Enem. No primeiro acesso, o Sisu puxa os dados do Enem. Caso exista alguma atualização a ser feita –como, por exemplo, alteração de endereço–, o estudante deve fazê-la no site do Sisu.

6. O que eu faço se as notas do sistema não forem as mesmas do desempenho do Enem no site do Inep?

O MEC diz que isso é impossível de acontecer. Mas, caso aconteça, o candidato deve ligar imediatamente para o Fala, Brasil (0800-616161) e reportar o problema.

7. Como escolho meus cursos?

Cada candidato vai poder escolher até dois cursos e instituições e deve colocá-los em ordem de prioridade. O sistema fica fechado entre 0h e 5h59 para o cálculo das notas de corte, que serão divulgadas assim que o Sisu reabrir no segundo dia, às 6h. Notas novas de corte serão divulgadas na manhã do terceiro e último dia. Enquanto o sistema estiver aberto, é possível alterar as opções de curso.  

8. Posso mudar de ideia e trocar o curso escolhido?

O candidato pode trocar o curso e a instituição. Mas, cuidado: cada troca anula a escolha anterior e fica valendo a última.

9. Tenho como conferir se a opção que marquei é a mesma registrada no sistema?

Na hora da escolha, será exibida uma tela de confirmação. Enquanto o Sisu estiver aberto, o candidato pode conferir a opção no site.

10. Qual o critério utilizado para conceder a vaga? Tive uma nota geral maior que a do meu amigo, mas ele entrou no mesmo curso para o qual não fui selecionado.

Cada instituição tem o seu critério e a liberdade de dar pesos diferentes para as notas. Por exemplo: um curso de engenharia em uma universidade A decidiu que vai dar peso dois para a nota de matemática e peso um para as restantes. Então, quem teve uma nota maior em matemática já estará em vantagem. 
Esses pesos vão mudar automaticamente a nota do candidato. Na hora em que se fizer a seleção de um curso, o sistema apresenta a nota ponderada com a qual ele vai concorrer às vagas. Se o candidato clicar em outro curso, a nota será alterada. O Sisu vai mostrar sempre com qual nota o estudante vai concorrer .

11. Como fico sabendo se fui aprovado ou não?

Serão feitas três chamadas sucessivas:

Primeira chamada

Resultado22 de janeiro
Matrícula dos candidatos selecionados25, 26 e 27 de janeiro

Segunda chamada

Resultado01 de fevereiro
Matrícula dos candidatos selecionados03 e 04 de fevereiro

Terceira e última chamada

Resultado10 de fevereiro
Matrícula dos candidatos selecionados11 e 14 de fevereiro
Se o candidato for aprovado em sua primeira opção, em qualquer uma das chamadas, será automaticamente retirado do sistema, fazendo ou não sua matrícula na instituição. Ou seja: ele não poderá participar das outras chamadas do Sisu.  

12. Não passei na primeira opção; há chances nas outras chamadas ou devo me inscrever na minha segunda escolha?

Se o candidato for aprovado em sua segunda opção,  ele ainda pode ficar no sistema. Caso ele fique satisfeito com o resultado, pode fazer sua matrícula normalmente. Tendo ou não feito a matrícula, ele continuará participando do Sisu e ainda pode conseguir sua primeira opção nas chamadas subsequentes. Para isso, só deve acompanhar os resultados das chamadas seguintes.

13. Qual é minha última chance de escolher em que curso eu vou me matricular?

Dia 18 de janeiro, terça-feira, até 23h59 –o último dia de sistema aberto. Depois disso, só na lista de espera.

14. Se eu não conseguir nada, existe uma lista de espera?

Sim. Se o aluno não conseguiu nenhuma vaga ou se conseguiu a segunda opção, precisa manifestar a vontade de ir para uma lista de espera. A declaração de interesse poderá ser feita nos dias 11, 12, 13, 14 e 15 de fevereiro. Essa lista de espera será montada pelo MEC (Ministério da Educação) e entregue às instituições, que decidem se usam ou não a lista. Entre em contato com sua instituição de interesse para saber se ela vai utilizar a lista ao final do processo.

Lista de espera

Prazo para a declaração de interesse11, 12, 13, 14 e 15 de fevereiro

15. Vou tentar uma bolsa do Prouni. Preciso participar do Sisu?

Não. As inscrições para o Prouni (Programa Universidade para Todos) são feitas em uma página separada e começam no dia 19 de janeiro.

16. Já tenho uma bolsa do Prouni. Posso participar do Sisu?

Pode, se o bolsista tiver feito o Enem 2010. Porém, se ele for selecionado para uma vaga no Sisu, terá que escolher se continua com a bolsa ou se vai para a instituição para qual foi escolhido. A lei diz que não é possível acumular uma bolsa do Prouni em uma instituição particular e uma matrícula em uma instituição pública e gratuita.

17. Tenho interesse em um curso em uma faculdade particular  que vai usar a nota do Enem. Preciso participar do Sisu?

Não. Só participam do sistema instituições públicas. Procure a faculdade de interesse e verifique como ela vai utilizar o Enem.
Outras informações podem ser obtidas no edital do Sisu, na central de atendimento do MEC (0800 616161) ou no site do ministério.
Disponível em: http://educacao.uol.com.br





Nenhum comentário

Deixe seu comentário. Em breve, resposta.