Destaques

MEC não acredita em vazamento de informações em Enem 2010

Foto: Divulgação
O Ministério da Educação (MEC) afirmou, nesta quinta-feira, que não acredita que o tema da redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), realizado no dia 06 de novembro, tenha vazado. A Polícia Federal (PF) indiciou dois professores por conta da divulgação das informações sigilosas na quarta.

Em nota, o MEC afirmou que o sigilo não foi quebrado, uma vez que a professora responsável divulgou o título de um dos textos motivadores da redação, "O que é trabalho escravo". Já estudantes e professores de Petrolina (PE), onde o caso teria ocorrido, não acreditam que o caso tenha sido isolado, já que alunos tiveram acesso a outras partes do exame antes da realização.

De acordo com investigações da PF, um outro caso também ocorreu em outro local do Nordeste. Segundo o delegado Márcio Alberto Gomes, um caderno ampliado, que é um caderno especial de prova, foi violado por responsáveis pela aplicação do exame no Colégio Ruy Barbosa, em Remanso (BA), cerca de duas horas antes de sua realização. Um casal de professores foi indiciado por violação de dados sigilosos. O filho deles foi desclassificado do Enem.


A reaplicação do Enem para alunos prejudicados acontece no próximo dia 15.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário. Em breve, resposta.